“Vocês não têm a mínima ideia do que um pequeno ato pode fazer na vida das pessoas.”

Os 13 Porquês. (via alentador)

“É preciso aprender a valorizar pequenas coisas da vida. Coisas essas que fazem a diferença e que te fará falta quando você a perdê-las. Valorize enquanto tem.

Marcello Henrique.
(via sou-inseguro)

“eu te matei
pra me salvar
e acabei
me matando
de tanto amar.”

Elisa Bartlett em "Duplo homicídio". (via oxigenio-dapalavra)

“Desculpa, é que você chora o tempo todo, e acha que precisa de alguém pra te fazer bem. Vai ouvir um disco legal, rir, ser sozinha um pouco.”

Soulstripper. (via opostos)

“Qualquer pessoa pode sofrer de DEPRESSÂO.”

“Chorei três horas, depois dormi dois dias. Parece incrível ainda estar vivo quando já não se acredita em mais nada. Olhar, quando já não acredita no que se vê. E não sentir dor nem medo porque atingiram seu limite. E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher como quiser ou deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total. Até a próxima morte, que qualquer nascimento pressagia.”

Caio Fernando Abreu. (via acrescentada)

“Tenho uma amiga que quando percebe que eu estou triste costuma me perguntar quem roubou a minha caixa de lápis de cor. Tem vez que nem pergunta, apenas comenta: “poxa, dessa vez levaram as cores que você mais gosta!” A tristeza afrouxa um pouco, por mais que eu esteja chateada. Primeiro, porque é muito bom a gente se sentir olhado com carinho. Depois, porque essa expressão tem uma inocência capaz de fazer gente grande tocar em coisas sérias sem ficar com medo de queimar a mão. De vez em quando, ao ouvir a pergunta, acontece de uma lágrima ou outra escapulir, afeitos que alguns sentimentos são a desaguar no rosto quando o coração fica apertado. Mas, algumas vezes, quando eu choro diante dessa indagação não é pelas cores que não encontro na caixa nem por lembrar de quem supostamente as roubou. Choro por perceber que ainda dou aos outros o poder de roubá-las. Por notar que, no fim das contas, quem rouba os meus lápis de cor preferidos sou eu.”

Ana Jácomo   (via escritosdaalma)

“E eu só quero te abraçar, te tocar, sentir você, ficar perto de você, sinto sua falta. E estou cansada de tentar fingir que estou bem, mas não há nada que eu possa fazer. Cara, eu mal posso esperar para odiar você.”

Mariah Carey. (via oescritor)

“Agora que tudo acabou, eu só quero abraçá-la. Eu trocaria todo o mundo para ver aquele pedacinho do céu olhando de volta pra mim.”

Skillet.  (via finais)

“Suponhamos que eu bata em sua porta, com uma mala e todo amor que cabe em mim, um pouco de café para os dias tristes e um cobertor para os dias frios. Você me acolheria?”

Desconhecido.   (via auroriar)

“Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é difícil porque o sentimento fica.”

Tati Bernardi.  (via bekleyin)

“Era tudo que eu queria nesse exato momento, chorar com você, olhando pra você, chorarmos juntos, por tudo, por mim, por nós, por esse mundo que não nos dá uma folga, e depois deixarmos nossos corpos boiando no oceano, no silêncio absoluto e em seguida navegar ao encontro da felicidade nesse mar que escorreu dos nossos olhos.”

Elisa Bartlett.  (via oxigenio-dapalavra)